segunda-feira, 6 de maio de 2013

Beyond.














No mundo, estamos sempre a esbarrar ou a ser esbarrados, porque nele somos invisiveis, apenas vultos arrastados...
Naquele outro, para onde escapamos, nada em nós esbarra, nem nós vamos esbarrar. Lá somos tão visiveis que até o vento pede licença para passar..

4 comentários:

  1. Fantástico, não sei se deves ler o meu, não chego sequer à ponta dos teus dedos dos pés, palavras que com as quais me consigo relacionar, agradável surpresa este teu cantinho :)

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Bruno.
    Porque não leria? Também escreves muito bem. Creio que são coisas incomparáveis, cada pessoa escreve do modo como lhe faz mais sentido.
    Mas mais uma vez, obrigada.

    ResponderEliminar
  3. Pas de deux en plein ciel.

    ResponderEliminar
  4. Hi Anonymous.
    Le ciel n'a pas été fait pour l'homme, mon ami.

    ResponderEliminar

Diz o que pensas!