sábado, 26 de maio de 2012

Maybe...tonight...


 Talvez o vento se revolte, talvez me fira as asas ainda em repouso, adormecidas.
Talvez eu toque violino, esta noite, talvez notas soltas, esquecidas...
Talvez o oceano se misture com as montanhas, esta noite, vendaval puro...
Talvez a melodia soe épica e grandiosa, esta noite, mais fria, dor no escuro...

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Um Ser alado...

Lá, onde o sol nunca se deita, mesmo com a lua á espreita, esvoaça de flor em flor, de árvore em árvore, sorvendo pelos gestos, o calor...
Lá, onde águas deslizam sem pressa, onde o vento passa mas se detem e conversa, onde um só idioma é usado,
entre natureza, elementos e um Ser alado...

sexta-feira, 30 de março de 2012

quinta-feira, 29 de março de 2012