domingo, 28 de novembro de 2010

“Existem momentos na vida que a única alternativa possível é perder o controle." ( Paulo Coelho )

...a noite tornara-se insuportável, pela velocidade vertiginosa com que lhe fazia constantes investidas ao pensamento e ás palavras que um anjo insistia em perpetuar a cada momento. Não sabendo como, deu por si no meio do nada, saída da sua zona de conforto,meio assustada. E tudo lhe parecia incrivelmente desconhecido, silencioso e adormecido, contudo, um vazio daqueles em que lhe dava vontade de saltar, sem querer saber se existia chão para a segurar...num laivo de dormência, entregue de novo á inocência, deixa-se cair, através dos dedos o passado a fluir e quando fechou a mão, sobre si a imensidão de um sopro de terna compreensão, uma asa estendida, perfeita, ao lado da dela, partida, pronta para a fazer recomeçar de onde a vida a tinha feito parar...
    

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar

Diz o que pensas!