domingo, 28 de novembro de 2010

“Existem momentos na vida que a única alternativa possível é perder o controle." ( Paulo Coelho )

...a noite tornara-se insuportável, pela velocidade vertiginosa com que lhe fazia constantes investidas ao pensamento e ás palavras que um anjo insistia em perpetuar a cada momento. Não sabendo como, deu por si no meio do nada, saída da sua zona de conforto,meio assustada. E tudo lhe parecia incrivelmente desconhecido, silencioso e adormecido, contudo, um vazio daqueles em que lhe dava vontade de saltar, sem querer saber se existia chão para a segurar...num laivo de dormência, entregue de novo á inocência, deixa-se cair, através dos dedos o passado a fluir e quando fechou a mão, sobre si a imensidão de um sopro de terna compreensão, uma asa estendida, perfeita, ao lado da dela, partida, pronta para a fazer recomeçar de onde a vida a tinha feito parar...
    

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

...!

Um homem deve ser forte o suficiente para ter a humildade de saber precisar...

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

My sweet phantom...

A verdadeira beleza não se vê, sente-se...

" Ora lá está..."

What?
Vivemos na procura de pessoas que nos fazem ser melhores indivíduos a cada dia, um bom objectivo sem duvida, mas, uma enorme distracção também. Pois nessa demanda de boa vontade, por vezes descuida mo-nos tanto que esquecemos as que podem fazer revelar em nós um lado menos bom, lado esse, que até aí nos era desconhecido. É bom dar o melhor de nós a quem o faz sobressair, a quem o merece. Quem nos faz ser o que não somos, devemos dar menos? Dar nada? Não creio, acho que devemos dar o que nos pede, mas servido com o desprezo, contudo, tendo em conta que merecemos também a desilusão, pois, ninguém nos manda permitir que tal aconteça. Mas, enfim, como humanos que somos, fica sempre bem dizer, : " para a próxima já sei...", e continuamos na sincera busca dos que nos fazem ser gente de bem, até que o "já sei", deixe de se saber e voltemos a permitir que nos aldrabem o equilíbrio que mantém o menos bom em coma.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Doce persuasão...

Relatos de sombras que viste passar,
pessoas e coisas que viste andar,
nas ruas desertas e nas de confusão,
com muita gente e outras não.
Suaves palavras que fitam o meu olhar,
procurando atenção, procurando tocar.
Fechar de olhos suave e misterioso,
perguntas pensadas de um doce curioso.
-" Chove e faz frio o tempo é assim",
comentas tu aproximando-te de mim.
Peço-te fôlego,
dás-me os lábios molhados.
Peço-te os braços,
eles já estão apertados.
Em volta de mim, o meu mundo escondido,
que procuro fechar, para não ser agredido.
Contigo eu venço essa entrada principal,
numa luta de amor que me é vital.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Quando a melancolia me visita...



...porque não recebê-la?

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Vou...


Vou voar baixinho sobre o teu corpo nu, 
murmurar á tua alma as palavras que a prendem na minha. 
Vou ser sonho, bruma e lua, 
vou ser beijo que fica, abraço que envolve, mão que fecha na tua.
Vou ser um poema intemporal que imortalizo no olhar,
cada vez que o livro do coração se abrir na página amar.