quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Estende

Estende a tua mão, deixa-me enroscar,
estende a tua mão, deixa-me embalar.
Meus sonhos são melodias, que me ensinaste a ouvir,
meus medos são montanhas, que me ensinaste a subir.
Estende a tua mão, sente-me em ti descansar,
estende a tua mão, sente que em ti posso voar.
Minhas asas são de seda com mil cores,
minhas asas parecem delicadas, mas seguir-te-hão para onde fores.
Estende a tua mão, e diz-me o que vês,
estende-te até mim, leio em ti tudo aquilo que de mim lês.

1 comentário:

  1. ...E a minha mão estará sempre estendida para ti!
    Bom fim de semana!
    Beijo grande.

    ResponderEliminar

Diz o que pensas!