quinta-feira, 9 de setembro de 2010

...e assim ficaram...

" ...e assim ficaram, mudos, cheios de ansiedade, traspassando-se com os olhos, como se se tivesse feito uma grande alteração no Universo, e eles esperassem suspensos, o desfecho supremo dos seus destinos...Sentia apenas, num deslumbramento, que o amor comprimido até aí no seu coração irrompera por fim, triunfante, e embatendo no coração dela, através do aparente mármore do seu peito, fizera de lá ressaltar uma chama igual...Só via que ela tremia, só via que ela o amava..." 
                                                                ( Os Maias, Cap. XII, Eça De Queiroz )

Sem comentários:

Enviar um comentário

Diz o que pensas!