quarta-feira, 16 de junho de 2010

Eça de Queirós, 1872 ( ...e não é que ele já previa?...)


"Nós estamos num estado comparável sómente à Grécia: mesma pobreza, mesma indignidade política, mesma trapalhada económica, mesmo abaixamento de caracteres, mesma decadência de espírito. Nos livros estrangeiros, nas revistas quando se fala num país caótico e que pela sua decadência progressiva, poderá ... vir a ser riscado do mapa da Europa, citam-se a par , a Grécia e Portugal."

1 comentário:

  1. Realmente fascinante como as palavras acima referidas conseguem descrever a actualidade desta forma clama e transparente, tendo sido elas escritas em 1872 por um dos melhores e maiores escritores lusitanos.

    ResponderEliminar

Diz o que pensas!